Usando o app offline

app

Julho é um mês descompromissado, é férias, faz frio e a vida segue leve, livre e por vezes “solta”, tento manter o pé no freio – muito salta é complicado.
E como se não bastasse o tempo é curto para os meus aforçuramentos e com isso o blog está no “reblog” faz algum tempo.

Mas eu não fico preocupada com

as postagens diárias pois nos últimos vinte anos de “blogueira” aprendi muitas coisas – uma delas é não estar aflito com estatísticas ou parcerias. Aqui não é trabalho.

É um tempo bom para fazer o que bem entender e quando achar necessário.
Também não vou negar que é um vício antigo, tem gente que escolhe fumar, eu escolhi  blogar.

Escrevo o que gosto, não consigo manter uma linha disciplinada ou regrinha básica para A ou B.

Faço o que desejo,
meus assuntos são variados,
de receita a poesia
isso poderia ser todos os dias.

Gosto de ler e escrever, mas também preciso  andar por aí – fotografar, ver gente diferente, conversar assuntos incomuns, conhecer novas historietas, olhar o mar, a lua, o céu nublado ou com estrelas (tanto faz).

Consigo desligar o celular, esquivar do mundo virtual sem cheiro, sem afabilidade, sem sol, sem gosto e talvez sem amor.

Não é uma censura é apenas um desejo de escrever para preencher o dia de hoje.
Sei que é difícil agradar a todos e pensando assim primeiro tento
agradar-me,
escrevo,
leio,
aceito e
ativo o botão publicar
Esse é o meu jeito de blogar.

Bom, nem tudo é festa na vida e já estava na hora de voltar, arrumar um tempo  no pouco tempo e sentar para postar outra crônica.

Um beijo gente!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s