Malhar o Judas

Matéria de 2009 – sábado de aleluia 🍷🍷

Marta Felipe

judas
Malhar o Judas já era uma tradição para outros antigos povos cristãos. E sua origem também é inspirada em alguns cultos pagãos que os povos hebreus praticavam. Para espantar as forças do mal e obter boas colheitas, eles queimavam bonecos feitos de palha.

Essa história de malhar o Judas chegou às Américas por meio dos colonizadores portugueses e espanhóis. No Brasil, Judas começou a ser malhado por volta do século 18, quando, no Rio de Janeiro, os bonecos traziam fogos de artifício presos ao corpo e explodiam no sábado de aleluia para delírio do público, que se sentia vingado pela morte de Jesus.

Atualmente, a malhação do Judas acontece em muitos bairros das grandes cidades, mas o forte dessa tradição rola mesmo nas cidades do interior do País.

E, apesar da origem religiosa em torno dessa história, a malhação do Judas tornou-se uma brincadeira divertida. Costuma ser assim, principalmente para…

Ver o post original 316 mais palavras

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s